– Como assim tudo ‘tão razão’?

– Isso mesmo. Se eu não estiver presente a vida não tem graça. Se é que se pode chamar de vida. Um ‘vida’ sem mim. Os relacionamentos não são duradouros, pois, a pessoa se torna incapaz de sentir. Perde a sensibilidade. Torna-se dormente. Tanto faz se é ‘A’. Desde que existam curvas e estas sejam bem feitas e milimetricamente desenhadas. E se algum sonho ou benção, não sei como você denomina ‘isso’, destruir? Ou algum acidente?  Como vai ser? Não tem problema. Troca por ‘B’. Afinal de contas as pessoas valem exclusivamente pelo o que tem e pelo o que podem proporcionar. São ‘coisas’ descartáveis que se joga fora quando ‘não serve mais’! Tudo perde o sentido. Na verdade nunca teve sentido. E os sentimentos têm gosto de quê? Nada. São superficiais, não têm recheio. E quando têm, eles não são salgados. Nem doces. São insossos. E tudo se torna tão fraco. Porque fica só a carcaça malhada, moldada, que a qualquer momento pode desmoronar. Não tem sustentação. Não tem valores. Daí tudo se torna tão desbotado. Nada de cores e suas variações em tons e semitons. Sem mim nada de ‘não conseguir encontrar as palavras, as frases, as rimas corretas’. As palavras já estão prontas e dispostas de uma forma que soa estranho. E não importa se vai ferir, machucar, ‘fazer doer’. Pois, tudo é insignificante. E depois de tudo ainda fica o vazio. É, vazio que nada consegue preencher. Prazer, Coração.

Anúncios

4 respostas para “– Como assim tudo ‘tão razão’?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: